Tatuagem Egípcia: entenda os segredos e a história!

Gi Bianco

Tatuadora desde 2018 e apaixonada por arte. Adoro criar tatuagens com significado especial e que nos deixam mais confiantes e poderosas.

Me siga no Instagram para saber mais sobre o meu trabalho e conhecer meus designs Fineline, Minimalistas e Delicados.

A tatuagem egípcia é uma forma de arte corporal que remonta a milhares de anos. Elas são encontradas em múmias, pinturas e esculturas, e fornecem uma visão fascinante da cultura e da religião egípcias. A primeira evidência de tatuagens egípcias data de cerca de 5.000 anos atrás. Elas eram feitas usando uma agulha de osso ou metal para inserir tinta na pele. Os primeiros desenhos eram simples, geralmente linhas ou formas geométricas, mas com o tempo, tornaram-se mais elaborados, incluindo imagens de animais, plantas e símbolos religiosos.

As tatuagens egípcias tinham uma variedade de significados. Algumas eram usadas para fins religiosos, como proteção ou para representar a divindade. Outras eram usadas para fins decorativos ou para marcar a posição social de uma pessoa. Ficou interessada nessa história rica e cheia de segredos e curiosidades? Então acompanhe a leitura a seguir e divirta-se!

Minha nossa, então exisita tatuagem naquela época?

A resposta é sim, existia tatuagem naquela época. E não apenas existia, mas era uma prática comum entre os egípcios antigos.

Uma nova análise de duas múmias egípcias, encontradas em 1900, mostrou que ambas tinham tatuagens. As múmias remontam ao período entre 3351 a.C. e 3017 a.C., o que faz delas alguns dos indivíduos tatuados mais antigos já encontrados.

Apenas Ötzi, o Homem de Gelo, um homem pré-histórico de aproximadamente 3.370 a.C., apresenta tatuagens mais antigas.

As tatuagens das múmias egípcias são figurativas, o que significa que representam imagens. No corpo do homem, cientistas encontraram imagens de um touro selvagem e o que aparenta ser um carneiro-da-barbária.

Já no corpo da mulher exibe quatro símbolos em formato de “S” na altura do ombro e uma linha em formato de “L” no abdômen, que os cientistas acreditam ser um cajado ou bastão de madeira.

As tatuagens eram feitas usando uma agulha de osso ou metal para inserir tinta na pele. A tinta era feita a partir de algum tipo de fuligem. Já foi sugerido que instrumentos de cobre encontrados em regiões próximas eram ferramentas para tatuagem.

O que a tatuagem egípcia significa?

O significado das tatuagens egípcias ainda é um mistério. No entanto, há algumas pistas que podem nos ajudar a entender o que elas significavam para as pessoas que as usavam.

As tatuagens do homem, um touro selvagem e um carneiro-da-barbária, são imagens de animais que eram importantes na cultura egípcia antiga. O touro era um símbolo de força, virilidade e fertilidade, enquanto o carneiro era um símbolo de divindade e poder.

É possível que essas tatuagens representassem a identidade ou a crenças do homem. O touro selvagem pode ter sido uma forma de representar sua força e virilidade, enquanto o carneiro pode ter sido uma forma de representar sua conexão com os deuses.

As tatuagens da mulher, quatro símbolos em formato de “S” na altura do ombro e uma linha em formato de “L” no abdômen, são mais difíceis de interpretar. No entanto, é possível que elas representassem algum tipo de símbolo religioso ou espiritual.

Os símbolos em formato de “S” podem ter sido uma forma de representar o rio Nilo, que era uma fonte de vida e fertilidade para os egípcios. A linha em formato de “L” pode ter sido uma forma de representar o cajado, que era um símbolo de poder e autoridade.

É também possível que as tatuagens da mulher representassem sua posição social. O local onde elas foram feitas, no ombro e abdômen, sugere que ela tenha sido alguém com conhecimento religioso ou de status elevado.

Ainda há muito que não sabemos sobre o significado das tatuagens egípcias. No entanto, as descobertas dessas duas múmias fornecem novas pistas que podem ajudar os arqueólogos a entender melhor essa prática antiga.

Aqui estão algumas outras possibilidades para o significado das tatuagens da mulher:

  • Os símbolos em formato de “S” podem ter sido uma forma de representar a fertilidade ou a maternidade.
  • A linha em formato de “L” pode ter sido uma forma de representar a proteção ou a cura.
  • As tatuagens podem ter sido uma forma de marcar a passagem da mulher para a idade adulta ou para a maternidade.

Apenas mais pesquisas poderão nos dizer qual é o significado definitivo dessas tatuagens.

As mulheres egípcias “inventaram” a tatuagem na lombar?

A resposta curta é: não, é improvável que as mulheres egípcias tenham “inventado” a tatuagem na lombar.

A evidência arqueológica mais antiga de tatuagens na lombar vem da Europa, de cerca de 6 mil anos atrás. Tatuagens em outras partes do corpo, como braços, pernas e rosto, também são conhecidas de culturas antigas de todo o mundo.

No caso específico do Egito, as evidências arqueológicas sugerem que as tatuagens na lombar eram comuns entre as mulheres egípcias, mas não exclusivas delas. Homens também tinham tatuagens, embora em outras partes do corpo.

A descoberta de seis tatuagens no sítio de Deir el-Medina, no Egito, é significativa porque fornece novas informações sobre a prática da tatuagem no antigo Egito. As tatuagens foram encontradas em mulheres de meia-idade, e retratam o deus Bes, que protegia mulheres e crianças, especialmente durante o parto.

Essas descobertas sugerem que as tatuagens na lombar podem ter sido uma forma de proteção para as mulheres grávidas e parturientes. O deus Bes era frequentemente representado em amuletos e outros objetos que eram usados para proteção.

É possível que as mulheres egípcias tenham sido as primeiras a usar tatuagens na lombar para fins de proteção, mas é mais provável que essa prática tenha sido compartilhada com outras culturas antigas.

10 curiosidades sobre o egito

Faraó

O faraó era o governante supremo do antigo Egito. Ele era considerado um semideus e era responsável por governar o país, proteger os deuses e garantir a prosperidade do povo. O faraó era frequentemente representado na arte egípcia como um homem forte e poderoso, com uma coroa na cabeça e um cetro nas mãos.

Hieróglifos

Os hieróglifos são um sistema de escrita pictográfico que foi usado no antigo Egito. Eles são compostos por símbolos que representam objetos, animais, pessoas ou conceitos. Os hieróglifos eram usados para escrever textos, inscrições e hieróglifos. Os hieróglifos foram desenvolvidos no início do período pré-dinástico do Egito e continuaram a ser usados até o século IV d.C.

Esfinge

A esfinge é uma criatura mitológica com corpo de leão e cabeça de homem. Ela é um símbolo de poder, força e proteção. As esfinges eram frequentemente esculpidas em pedra e colocadas em locais importantes, como templos e palácios. As esfinges mais famosas do mundo estão localizadas no Egito, incluindo a Esfinge de Gizé, que é uma das Sete Maravilhas do Mundo Antigo.

Pirâmides

As pirâmides são estruturas arquitetônicas em forma de pirâmide que foram construídas no antigo Egito. Elas eram usadas como túmulos para os faraós e suas famílias. As pirâmides mais famosas do mundo estão localizadas no Egito, incluindo as Pirâmides de Gizé, que são as maiores pirâmides já construídas.

Olho de Hórus

O Olho de Hórus é um símbolo egípcio que representa proteção, cura e restauração. Ele é frequentemente representado como um amuleto ou símbolo religioso. O Olho de Hórus é um símbolo importante no Egito antigo e continua a ser usado até hoje.

Rá é o deus do sol no antigo Egito. Ele é frequentemente representado como um homem com cabeça de falcão e um disco solar sobre a cabeça. Rá é um deus importante no Egito antigo e é frequentemente associado com a ordem, a justiça e a vida.

Isis

Isis é a deusa da maternidade, da magia e da cura no antigo Egito. Ela é frequentemente representada como uma mulher com um trono sobre a cabeça. Isis é uma deusa importante no Egito antigo e é frequentemente associada com a fertilidade, a proteção e a família.

Fênix

A Fênix é uma criatura mitológica que renasce das cinzas. Ela é um símbolo de renovação, renascimento e imortalidade. A Fênix é um símbolo importante no Egito antigo e continua a ser usado até hoje.

Flor de lótus

A flor de lótus é uma flor que nasce na água. Ela é um símbolo de vida, renovação e fertilidade. A flor de lótus é um símbolo importante no Egito antigo e continua a ser usado até hoje.

O Bá é uma alma ou espírito no antigo Egito. Ele é frequentemente representado como um pássaro com cabeça humana. O Bá é um símbolo importante no Egito antigo e é frequentemente associado com a individualidade, a personalidade e a eternidade.

Bastet

Bastet é a deusa da feminilidade, da fertilidade e da proteção no antigo Egito. Ela é frequentemente representada como uma mulher com cabeça de gato. Bastet é uma deusa importante no Egito antigo e é frequentemente associada com o amor, a alegria e a paz.

Anúbis

Anúbis é o deus da morte, do renascimento e da vida após a morte no antigo Egito. Ele é frequentemente representado como um homem com cabeça de chacal. Anúbis é um deus importante no Egito antigo e é frequentemente associado com a proteção, a transformação e a ressurreição.

Ankh

O Ankh é um símbolo egípcio que representa a vida, a imortalidade e a proteção. Ele é frequentemente representado como um amuleto ou símbolo religioso. O Ankh é um símbolo importante no Egito antigo e continua a ser usado até hoje.

Cleópatra

Cleópatra foi a última rainha do Egito antigo. Ela foi uma figura importante na história do Egito e é frequentemente associada com beleza, inteligência e poder. Cleópatra é um símbolo importante no Egito antigo e continua a ser usada até hoje.

Escaravelho

O escaravelho é um inseto da família Scarabaeidae que é encontrado em todo o mundo. No Egito antigo, o escaravelho era um símbolo importante que representava o sol, a renovação e a ressurreição.

O escaravelho era frequentemente representado como um inseto com uma bola de esterco rolando em sua frente. Essa representação era associada ao sol, que era visto como um deus que rolava a bola de fogo do dia para a noite.

O escaravelho também era associado à renovação e à ressurreição. Acreditava-se que o escaravelho rolava a bola de esterco para criar uma nova vida. Essa crença era associada ao processo de mumificação, que era usado para preservar o corpo do faraó para a vida após a morte.

Tatuagens inspiradas na cultura egípcia

Se você é o autor ou conhece o autor de alguma dessas artes, nos avise e daremos os devidos créditos.

Algumas informações deste post são de publicação no Nation Geographic e de matéria da Super Interessante

Conclusão

Espero que tenha gostado de conhecer um pouco mais sobre a relação da cultura egípcia com as tatuagens e que todas as curiosidades tenham ajudado na sua busca por uma boa referência. Se planeja fazer uma nova tatuagem, fale comigo, tenho certeza de que posso ajudá-la a ter uma nova e maravilhosa tattoo. Clique no botão abaixo deste post e entre em contato, será um prazer.

Clique abaixo e vamos começar a jornada da sua nova tatuagem juntos!

Solicite um Orçamento Pelo Instagram

Quer saber mais? Veja o meu blog!

Tatuagem memento mori, onde duas mãos se tocam através dos indicadores, uma mão é esquelética e a outra é comum.

Tatuagem Memento Mori: o que significa?

Quem é que nunca pensou “E se eu fosse imortal?” ao menos uma vez na vida? As pessoas sempre se maravilharam com a ideia da vida eterna, mas eis que…
tatuagens minimalistas orientais

Tatuagens minimalistas inspiradas na cultura oriental

Tatuagens minimalistas inspiradas na rica tradição oriental oferecem uma abordagem única e contemporânea, fundindo a estética moderna com a profundidade simbólica das culturas asiáticas. Enquanto a tatuagem oriental tradicional é…

Como as tatuagens envelhecem? Entenda!

E aí? Tatuagens envelhecem ou não? Quando a tatuagem está recém-saída do processo de cicatrização, ela assume um aspecto simplesmente incrível e é por isso que a chamamos de ARTE…
frases em latim

32 Frases em Latim para sua nova tatuagem

Quem é que não gosta do charme que as frases em latim possuem? Não só por soarem agradáveis, mas também por toda a cultura por trás dessa antiga língua romana…

Ver todos os posts